• Equipe Guia do FIG

Programação de gastronomia do FIG apresenta sabores e patrimônios do estado



Ampliar o olhar do senso comum em relação à gastronomia pernambucana enquanto patrimônio cultural. Esta é a proposta da programação gastronômica do 27º Festival de Inverno de Garanhuns, que este ano apresenta três atividades que buscam criar essa conexão entre o público. Dentre as ações previstas durante o FIG – que acontecerão na Praça Souto Filho, Parque Euclides Dourado e Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns – haverá palestras, degustações e debates sobre a cadeia produtiva e seus atuais desafios.

De acordo com a assessora de Gastronomia da Secretaria de Cultura de Pernambuco, Ana Cláudia Frazão, todas as ações (tanto a da Secult-PE como as das propostas da convocatória) convergem neste sentido de voltar o olhar para a gastronomia enquanto cultura e patrimônio. “Este ano teremos duas propostas da convocatória e uma iniciativa promovida Secretaria de Cultura do estado. E neste sentido a nossa diversidade é o que vai ser destacado, fugindo do olhar mercadológico e pensando a gastronomia a partir do território e de características peculiares como o solo, cadeia produtiva e insumos, entre outros”.

Um destas propostas é o RG Terroir Pernambuco (Painel de alimentos típicos e a culinária das determinadas regiões do estado de Pernambuco), do realizador Leonardo Barbosa, marcado para ocorrer no Parque Euclides Dourado, de 21 a 29 de julho, das 15 às 17h. De acordo com Leonardo, a expressão ‘RG terroir’ é um termo francês que engloba uma região específica e leva em consideração o clima, o solo e as condições naturais, de forma a propiciar a produção de alguns produtos. “Este projeto dá um recorte de algumas regiões e produtos do estado, e vamos criar um painel que será apresentado através de degustações, palestras e debates. A ideia é valorizar e fortalecer os produtores e produtos locais”, revela.

Outra atividade prevista é análise sensorial Já tomou jatobá?, de Danielle Jansen , que vai promover uma degustação e palestras sobre a produção da bebida feita com esta matéria-prima. A atividade será realizada de 22 a 24 de julho, das 16h às 18h, na Praça Souto Filho.

Segundo Ana Cláudia Frazão, a palestra Cozinha Patrimonial – Territórios, promovida pela Secretaria de Cultura do estado, trata exatamente sobre o conceito de gastronomia patrimonial em Pernambuco. “Nós vamos trazer um arrolamento baseado na bacia leiteira do estado, e tratar de discussões próprias da região, como, por exemplo, a questão da certificação dos nossos queijos.

Teremos também a degustação de alguns patrimônios, como o alfenim de Agrestina, município que hoje detém a maior produção estadual deste produto, feito de forma totalmente artesanal”. O encontro está marcado para acontecer no dia 22 de julho, a partir das 14h, no Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns, e é aberto ao público.

Para saber toda a programação do Festival de Inverno de Garanhuns 2017 baixe o App Guia do FIG aqui para iOS e aqui para Android. Baixe agora, é grátis!

#FIG2017 #Gastronomia

27 visualizações

© Copyright 2012 - 2019 - Arretada Comunicação. Todos os direitos reservados.

O 1º aplicativo do Festival de Inverno << | >> Feito com amor em Garanhuns desde 2012